E daí tem aquela pessoa. Aquela que você não sabe exatamente o que sente por ela, mas que tem certeza de que é um sentimento forte. Aquela que você quer matar e ao mesmo tempo se mataria por ela. Aquela pessoa que faz você se sentir mal e a primeira que você pensa quando a palavra “felicidade” vem à mente. Aquela pessoa errada, que na verdade é a certa. Imperfeita de todas as formas, perfeita de todas as maneiras. Aquela pessoa.